Avançar para o conteúdo principal

GORE VIDAL - IMPÉRIO

" O poder mais absoluto não está em presidir numa Casa Branca, ou em proceder à abertura de um Parlamento sentada num trono, mas em reinventar o mundo para toda a gente, dando-lhe os sonhos que se queria que ela sonhasse."



Império mostra detalhadamente a classe alta e dirigente da sociedade norte-americana, desde o Verão de 1896 até vinte anos depois ( o que inclui a guerra contra a Espanha, por Cuba e pelas Filipinas, o assassinato do presidente McKinley e a presidência de Theodore Roosevelt ), o período em que os Estados Unidos começam a emergir como potência mundial e a marcar o seu destino. 


público - dezembro de 2002

Comentários

Popular semana

WOLFGANG HILDESHEIMER - AS AVES DO PARAÍSO TAMBÉM SÃO FALSAS

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

ANGÉLICA VARANDAS - MITOS E LENDAS CELTAS - IRLANDA

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA

ARMAND MATTELART - HISTÓRIA DA UTOPIA PLANETÁRIA

Popular mês

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

WOLFGANG HILDESHEIMER - AS AVES DO PARAÍSO TAMBÉM SÃO FALSAS

ALBERTO MORAVIA - OS INDIFERENTES

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA

PAUL WATZLAWICK - A REALIDADE É REAL?

ANGÉLICA VARANDAS - MITOS E LENDAS CELTAS - IRLANDA

FRANZ KAFKA - CONTOS

JEAN PAUL SARTRE - COM A MORTE NA ALMA

ALFREDO MELA - A SOCIOLOGIA DAS CIDADES

JORGE MOLIST - O ANEL A HERANÇA DO ÚLTIMO TEMPLÁRIO

popular sempre

THOMAS PYNCHON - ARCO-ÍRIS DA GRAVIDADE

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

A ERA DOS EXTREMOS - ERIC HOBSBAWM

HENRY MILLER - TRÓPICO DE CÂNCER

MARGUERITE DURAS - OLHOS AZUIS, CABELO PRETO

ROBERTO BOLAÑO - 2666

THÉOPHILE GAUTIER - O ROMANCE DA MÚMIA

ARUNDHATI ROY - O DEUS DAS PEQUENAS COISAS

DIETRICH SCHWANITZ - CULTURA tudo o que é preciso saber