Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

SINCLAIR LEWIS - BABBITT

Mensagens recentes

PATRICK WHITE - A ÁRVORE DO HOMEM

PATRICK WHITE - A ÁRVORE DO HOMEM
THE TREE OF MAN


Descobrir o "extraordinário" - o mistério e a poesia - que se esconde por detrás das vidas mais vulgares e que é afinal o que torna suportável a existência. Esta a intenção, declarada por P. White, da obra que lhe deu projecção internacional: The Tree of Man, A Árvore do Homem. A história de um homem e de uma mulher que através de uma vida conturbada procuram e alcançam o entendimento.

A obra de White traz ao nosso conhecimento um novo continente: a Austrália, cenário calaidoscopicamente repetido de todos os seus romances. Nas suas próprias palavras, « o grande vazio australiano, onde o espírito é o bem menos importante que se pode possuir, em que a riqueza determina a importância dos homens, em que a escola e os jornais impõem a sua marca a toda a inteligência nascente, em que os rapazes e as raparigas contemplam a vida com olhos azuis cegos »...    


publicações dom quixote - dezembro de 1973



BARBARA VINE (RUTH RENDELL) - OS TELHADOS DO BEM E DO MAL

BARBARA VINE - OS TELHADOS DO BEM E DO MAL
GRASSHOPPER

Clodagh tinha dezanove anos quando os pais a mandaram embora, dois anos após uma morte pela qual todos a culpam e que mudou irremediavelmente a sua vida. Foi devido ao seu amor pelas alturas que o trágico acidente aconteceu e que ela é agora enviada para casa de familiares, em Londres. Mas Clodagh vai ter uma surpresa: Maida Vale não é de todo o subúrbio com casas a imitar o estilo Tudor que ela imaginara, mas sim um local evocativo da época vitoriana. Não encontrou também o tipo de pessoas capazes de zelar por uma sobrinha solitária e instável.     
Eles nada sabiam sobre a sua claustrofobia, cada vez mais perturbante desde que vive na cave que lhe foi destinada, e como a sua liberdade só encontrava espaço nos campos amplos de Suffolk.
Era pois previsível que ela caísse nos braços do compreensivo Silver, em cujo apartamento vai conhecer um estranho grupo de jovens inadaptados que explora a Londres dos telhados e beirais, encontrando…

SHARON MOALEM - O GENE INTELIGENTE

SHARON MOALEM - O GENE INTELIGENTE

Como o seu modo de vida transforma os seus genes

A sabedoria convencional diz que o nosso destino genético é determinado assim que somos concebidos. A noção de que os acontecimentos da nossa vida, triviais ou não, definem quem somos, tem consequências profundas no nosso modo de vida.
Este livro demonstra-nos que, afinal os traços genéticos podem mudar, que os genes são surpreendentemente sensíveis e que os nossos hábitos influenciam o ADN que transportamos.
Estamos a entrar, em passo acelerado, num mundo dentro do qual entender a nossa herança genética única nos dará o poder para comer, fazer exercício e procurar tratamento médico à medida daquilo que o nosso corpo realmente precisa.
Autores : SHARON MOALEM em colaboração com Matthew D. LaPlante
Marcador editora, 1ª edição março de 2015.









ANGÉLICA VARANDAS - MITOS E LENDAS CELTAS - IRLANDA

ANGÉLICA VARANDAS - MITOS E LENDAS CELTAS - IRLANDA


O universo dos mitos e lendas celtas da Irlanda antiga foi redescoberto a partir dos livros do século XIX. Desde então, muitos são os autores que nele se têm inspirado para escrever poemas, peças dramáticas, romances, contos para crianças e jovens, entre outras apropriações e adaptações. Neste livro recorreu-se a fontes que foram consideradas mais fidedignas e que melhor se aproximam das histórias, tal como foram contadas pela primeira vez, através dos manuscritos produzidos ao longo da Idade Média. Pretendeu-se fazer jus a todo um conjunto de histórias que mergulham as suas raízes num passado pré-cristão, em que foram divulgadas por via oral até serem fixadas por escrito, mais tarde, pelos monges que cristianizaram a Irlanda.
(a continuar....) 
livros e livros - 1ª edição, maio de 2006 Centralivros

GIANLUIGI NUZZI - VATICANO S.A.

GIANLUIGI NUZZI - VATICANO S.A.
VATICANO S.p.A.

A VERDADE SOBRE OS ESCÂNDALOS FINANCEIROS E POLÍTICOS DA IGREJA


Este livro contém revelações totalmente inéditas sobre a história das finanças do Vaticano, o que só foi possível graças a um homem que constituiu um arquivo imenso, verdadeira memória histórica, com cerca de quatro mil ficheiros. Monsenhor Renato Dardozzi foi, a partir de 1974 e durante vinte anos, conselheiro das figuras mais importantes na gestão do IOR - Instituto de Obras Religiosas, o banco central da Igreja. No final da sua vida, Dardozzi determinou que este arquivo se tornasse público. Ele próprio recolheu, para cada um dos processos financeiros que acompanhou, todos os documentos que permitem identificá-los. Gianluigi Nuzzi, jornalista da revista Panorama, é a pessoa a quem foi confiado este riquíssimo acervo documental que inclui nomes, estratos bancários, cartas, relatórios, actas, balanços confidenciais do IOR, cópias de transferências e informações codificadas. Vat…

JOSÉ CARDOSO PIRES - HISTÓRIAS DE AMOR

JOSÉ CARDOSO PIRES - HISTÓRIAS DE AMOR

Quatro contos e uma novela

Os contos:
- Week-end
- Uma simples flor nos teus cabelos claros
- Ritual dos pequenos vampiros
- Romance com data

A novela:
- Dom Quixote, as velhas viúvas e a rapariga dos fósforos


os livros das três abelhas

GLEBA.




Mensagens populares deste blogue

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA

"Uma obra marcante, cuja riqueza quantitativa e qualitativa pode ser apenas sugerida em uma resenha. O contexto temporal é extraordinariamente amplo... O valor da obra consiste principalmente no fato de que Hauser, fundamentando em um conhecimento preciso de fontes e literatura especializada, reúne resultados excepcionalmente claros da sociologia da arte, da música e da literatura. Com isso, ao lado de uma riqueza de investigação sociológica não específica, são avaliadas as importantes escolas da sociologia burguesa europeia e americana, de Taine, Max Weber, Dilthey, Troeltseh, Simmel, Sombart, Veblen até Karl Mannheim, Levin Schueking e outros críticos. Hauser, além desses pesquisadores burgueses, examina também Marx, Engels, Mehring, Kautsky, Lenin e Georg Lukács e une as descobertas destes às suas próprias observações, dando mostras, assim, de sua imparcialidade. ... Deve-se desejar que sociólogos, assim como historiadores de todas as tendências, estudem cuidadosamente este livr…

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

" Contar as vidas humanas, comparar o peso de uma lágrima com o peso de uma gota de sangue, era uma tarefa impossível, mas ele já não tinha que fazer contas, e toda a moeda era boa, mesmo essa: o sangue dos outros. O preço nunca seria caro de mais."
Com a Segunda Guerra Mundial como pano de fundo, O Sangue dos Outros narra-nos a história de amor entre Hélène e Jean. No entanto, a frase de Dostoievski que inuagura o romance, "Todos somos responsáveis por tudo perante todos", já nos anuncia aquele que será o eixo temático da narração: a responsabilidade do indivíduo na sociedade em que vive, as implicações do compromisso ideológico, o preço a pagar pela liberdade, o papel dos líderes políticos... Todas estas linhas temáticas têm como pano de fundo as questões filosóficas colocadas pelo movimento existencialista, do qual Simone de Beauvoir, com Jean-Paul Sartre e Albert Camus, foi uma das impulsionadoras. Embora este romance, assim como outros da autora, suporte uma carg…

PAUL WATZLAWICK - A REALIDADE É REAL?

HOW REAL IS REAL?

A confusão que existe entre comunicação e realidade é relativamente nova. As diferentes visões do mundo que resultam da comunicação, apenas se tornaram uma área independente de investigação em décadas recentes. Um dos autores que nela tem trabalhado é Paul Watzlawick que neste livro apresenta, numa série de exemplos desconcertantes, algumas das suas descobertas.

relógio d'agua 

Ligações :
https://pt.wikipedia.org/wiki/Paul_Watzlawick
http://www.wanterfall.com/Communication-Watzlawick's-Axioms.htm

FRANZ KAFKA - CONTOS

FRANZ KAFKA - CONTOS

Prólogo e selecção de Jorge Luis Borges
Contos - O abutre - Um artista da fome - Primeira mágoa - Um cruzamento - O escudo da cidade - Prometeu - Um incidente trivial - Chacais e árabes - Onze filhos - Relação para uma Academia - A construção da muralha da China

Do Prólogo de Jorge Luis Borges
« A elaboração, em Kafka, é menos admirável que a invocação. Homens, há apenas um na sua obra: o homo domesticus - bem judeu e bem alemão -, sequioso de um lugar, mesmo que o mais humilde, numa qualquer Ordem; num universo, num ministério, num asilo de loucos, na prisão. O argumento e o ambiente são o essencial; não as evoluções da fábula nem a penetração psicológica. Daí a primazia dos seus contos sobre os seus romances; daí o direito a afirmar que esta antologia de contos nos dá integralmente a medida de tão singular escritor.»     

relógio d'água editores - dezembro de 2005

ROGER SCRUTON - GUIA DE FILOSOFIA PARA PESSOAS INTELIGENTES

ROGER SCRUTON - GUIA DE FILOSOFIA PARA PESSOAS INTELIGENTES
AN INTELLIGENT PERSONS'S GUIDE TO PHILOSOPHY

Esta é uma visão muito pessoal da filosofia. Nela, o autor centra-se nas ideias e argumentos que mais o atraíram nesta disciplina. E assim procura demonstrar porque é que a filosofia é tão relevante, não só para as grandes questões intelectuais, mas principalmente para a vida quotidiana no mundo moderno.
Apesar de não omitir as ideias de grandes filósofos, particularmente Kant e Wittgenstein, grandes influências no seu pensamento, o autor não fornece um guia clássico dos argumentos deles. O objectivo deste livro é funcionar como um guia para o leitor - inteligente - que esteja preparado para embarcar numa fascinante aventura pelas principais questões filosóficas : a Verdade, o Tempo, Deus ou o Sexo.   


guerra e paz, editores - 2007.

Mais sobre Roger Scruton:

- O que é ser conservador?
https://www.youtube.com/watch?v=JKKihy3q2os

- O pensamento de Roger Scruton, por João Pereira Coutinh…