Avançar para o conteúdo principal

VASCO PULIDO VALENTE - GLÓRIA

VASCO PULIDO VALENTE - GLÓRIA


« Vieira de Castro não queria perder a vida num remoto canto da província. Queria conquistar Lisboa e o país. E, sobretudo, que o amassem e o admirassem. Queria glória ».

É a partir da biografia deste homem, José Cardoso Vieira de Castro, que, na segunda metade do século XIX foi « um dirigente académico com alguma importância; um jornalista menor; um escritor sem talento; um político sem poder; um criminoso e um degredado » - que Vasco Pulido Valente constrói uma obra que ele próprio classifica como um livro de história:
« Não é um livro de história a fingir de romance, nem um romance documental.», mas história em que as pessoas não se iludem. Glória é um livro sobre a ambição, a paixão, o poder, o dinheiro e o crime.  
    

gótica - novembro de 2001


Comentários

Popular semana

NASSIM NICHOLAS TALEB - O CISNE NEGRO

MATTHEW PEARL - O CLUBE DE DANTE

CHARLES FORT - O LIVRO DOS DANADOS

LE CLÉZIO - A FEBRE

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

Popular mês

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA

MATTHEW PEARL - O CLUBE DE DANTE

BRYAN WARD-PERKINS - A QUEDA DE ROMA E O FIM DA CIVILIZAÇÃO

MO HAYDER - A ILHA DOS PORCOS

NASSIM NICHOLAS TALEB - O CISNE NEGRO

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

PAUL WATZLAWICK - A REALIDADE É REAL?

GONÇALO M. TAVARES - UMA VIAGEM À ÍNDIA

YUVAL NOAH HARARI - HOMO DEUS

JEAN PAUL SARTRE - COM A MORTE NA ALMA

popular sempre

THOMAS PYNCHON - ARCO-ÍRIS DA GRAVIDADE

A ERA DOS EXTREMOS - ERIC HOBSBAWM

HENRY MILLER - TRÓPICO DE CÂNCER

ROBERTO BOLAÑO - 2666

MARGUERITE DURAS - OLHOS AZUIS, CABELO PRETO

THÉOPHILE GAUTIER - O ROMANCE DA MÚMIA

ARUNDHATI ROY - O DEUS DAS PEQUENAS COISAS

DIETRICH SCHWANITZ - CULTURA tudo o que é preciso saber

NICK COHEN - O QUE RESTA DA ESQUERDA?

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA