Avançar para o conteúdo principal

ARNOLD HAUSER - HISTÓRIA SOCIAL DA ARTE E DA LITERATURA

"Uma obra marcante, cuja riqueza quantitativa e qualitativa pode ser apenas sugerida em uma resenha.
O contexto temporal é extraordinariamente amplo... O valor da obra consiste principalmente no fato de que Hauser, fundamentando em um conhecimento preciso de fontes e literatura especializada, reúne resultados excepcionalmente claros da sociologia da arte, da música e da literatura. Com isso, ao lado de uma riqueza de investigação sociológica não específica, são avaliadas as importantes escolas da sociologia burguesa europeia e americana, de Taine, Max Weber, Dilthey, Troeltseh, Simmel, Sombart, Veblen até Karl Mannheim, Levin Schueking e outros críticos. Hauser, além desses pesquisadores burgueses, examina também Marx, Engels, Mehring, Kautsky, Lenin e Georg Lukács e une as descobertas destes às suas próprias observações, dando mostras, assim, de sua imparcialidade.
... Deve-se desejar que sociólogos, assim como historiadores de todas as tendências, estudem cuidadosamente este livro merecedor de respeito, um livro que, pela riqueza de material e interpretação, não apenas instrui e suscita a reflexão crítica, mas, com sua polémica objetiva e serena e seu estilo claro e fluente, constitui uma prazerosa leitura." 
Deutsche Literaturzeitung

4ª edição - agosto 2003



ANÚNCIO

Comentários

Popular semana

LEV GROSSMAN - O CÓDICE SECRETO

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

VIRGINIA WOOLF - AS ONDAS

NASSIM NICHOLAS TALEB - O CISNE NEGRO

Popular mês

LEV GROSSMAN - O CÓDICE SECRETO

SIMONE DE BEAUVOIR - O SANGUE DOS OUTROS

ROGER SCRUTON - GUIA DE FILOSOFIA PARA PESSOAS INTELIGENTES

PAUL WATZLAWICK - A REALIDADE É REAL?

NASSIM NICHOLAS TALEB - O CISNE NEGRO

MO HAYDER - A ILHA DOS PORCOS

THOMAS PYNCHON - ARCO-ÍRIS DA GRAVIDADE

ALFREDO MELA - A SOCIOLOGIA DAS CIDADES

MATTHEW PEARL - O CLUBE DE DANTE

popular sempre

THOMAS PYNCHON - ARCO-ÍRIS DA GRAVIDADE

A ERA DOS EXTREMOS - ERIC HOBSBAWM

MARGUERITE DURAS - OLHOS AZUIS, CABELO PRETO

HENRY MILLER - TRÓPICO DE CÂNCER

ROBERTO BOLAÑO - 2666

THÉOPHILE GAUTIER - O ROMANCE DA MÚMIA

ARUNDHATI ROY - O DEUS DAS PEQUENAS COISAS

DIETRICH SCHWANITZ - CULTURA tudo o que é preciso saber

NICK COHEN - O QUE RESTA DA ESQUERDA?